TInformando - links para os meus blogs, YouTub e facebook http://tinformando-meus-blogues.blogspot.com/

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Dicas do Bronca



1)



2) 

Assunto: Capacitação de PcD - Bosch

Prezad@s,
Segue link com a divulgação de curso oferecido pela BOSCH para  PcD.




Regiane Ruivo Maturo
Responsabilidade Social
Sesi


3)


Curso EAD - Online  Estimulação Precoce
 
Vagas limitadas
 


4)


Guia de turismo.  A pessoa com deficiência, Gusti Lanang, parques o scooter sidecar ele usa para levar turistas em torno de atrações em Tampaksiring e Ubud.  BD Anggara MahendraGuia turístico:  A pessoa com deficiência, Gusti Lanang, parques o scooter sidecar ele usa para levar turistas em torno de atrações em Tampaksiring e Ubud. BD / Anggara Mahendra
Um tour especial de turismo introduzida recentemente iniciado por uma ONG local que trabalha com pessoas com deficiência mostrou que as limitações físicas e sensoriais não podem limitar nossas aspirações por uma vida melhor e self.
Feito Subrata sorriu quando ele desligou o motor do scooter sidecar especialmente projetado, que faz parte da frota para a turnê. Estas scooters foram construídos anexando um sidecar para uma moto. Pessoas com deficiência não terá problemas para operar esta scooter sidecar porque não tem transmissão manual - tudo o sidecar scooters usar transmissão continuamente variável, eliminando assim a necessidade de dedicar um membro para mudar a marcha. Além disso, a scooter carro lateral tem três rodas, assim, uma plataforma muito mais estável do que um moto comum.
"Nós recebemos uma boa notícia, um grande grupo de turistas tem reservado nossa assistência para o próximo mês de julho", Subrata anunciou, ainda com um sorriso no rosto queimado de sol.
Subrata foi um dos 10 pilotos preparados por Yayasan Senang Hati, a ONG que surgiu com a idéia de uma turnê especial de turismo, envolvendo pessoas com deficiência.Todos eles têm uma deficiência física.
Chamado de feliz Corações Tour, a excursão vai levar os visitantes a partir do escritório Senang Hati Yayasan em Tampaksiring a vários locais de interesse cultural e atrações ao redor Tampaksiring e Ubud, incluindo a Floresta dos Macacos, Tirta Empul templo de água e campos de arroz em Tegalalang. Performances artísticas apresentados por pessoas com deficiência são o ponto alto deste passeio. Informações completas sobre o passeio pode ser acessado no http://www.happyheartstour.com .
"O fato de que a turnê que oferecemos é bastante singular, não significa automaticamente que ele é muito fácil para nós para obter clientes", disse Subrata.
Ele admitiu que a sobrevivência do turismo seria grandemente influenciado pela qualidade dos serviços oferecidos e da intensidade de sua campanha de promoção. No entanto, Subrata estava otimista de que este pequeno negócio, introduzido há cinco meses pela ONG, iria se transformar em uma grande iniciativa e, provavelmente, um modelo que outras comunidades de pessoas com deficiência poderia replicar.
"O sidecar scooters, que foram inicialmente construídos para proporcionar às pessoas com deficiência com um meio confiável e gerenciável de transporte, agora também atuam como um meio de obter renda adicional."
Além do pacote turístico, Yayasan Senang Hati também abriu um restaurante, que é administrado e gerido por pessoas com deficiência. Uma sala no escritório da ONG, anteriormente utilizado como um espaço de exposição, foi transformado em uma sala de jantar. Suas paredes eram decoradas com arte e artesanato criados por pessoas com deficiência, proporcionando o patrono com a galeria de experiência jantar-in-the-art.
"Os cozinheiros, os garçons, são todas as pessoas com deficiência", disse o Yayasan Senang Hati executivo Ayu Ade.
A cabeça de Yayasan Senang Hati, Putu Suriati, disse ambas as iniciativas reflete o compromisso da ONG para explorar qualquer oportunidade, não importa quão pequena, para sustentar seus programas dirigidos às pessoas com deficiência.
Suriati mesma é uma pessoa com deficiência, que usa uma cadeira de rodas para apoiar a sua mobilidade. Ela criou a ONG há 12 anos e se esforçado para torná-lo uma casa, bem como a facilidade de aprendizagem, onde as pessoas com deficiência podem receber amor, apoio e, mais importante, a capacidade ea confiança para se apoiar sobre si mesmos.
"Cultivar um senso de auto-estima e auto-confiança é uma coisa muito difícil de fazer para as pessoas com deficiência. Quando um tal sentimento faz surgir, então devemos fazer o nosso melhor para mantê-lo e apoiar o seu desenvolvimento ".
Ela deu a entender que as pessoas com deficiência tiveram que contar com ONGs e comunidades para programas de desenvolvimento pessoal, porque o governo foi, aparentemente, a perda com a forma de lidar com a questão.
"Uma vez que a administração local convidou-nos para discutir esta questão, cerca de capacitar as pessoas com deficiência. A sala de reunião foi no terceiro andar de um hotel em Sanur e área de descanso o café era no segundo andar. O hotel não tinha elevadores, que é como a nossa administração é ignorante ".
Fonte: Jakarta Post

5) 


Causas e efeitos das bengalas

A bengala auxilia na Orientação de PESSOAS cegas
Saio fazer táxi. Bato a porta. "Cuidado com a Guia", me Diz o Motorista. Sinto um Guia com uma bengala. Meco a Altura do Passo, ergo o Pé Direito e subo na calçada. Pof!Atropelam Minha bengala, Minha bengala nova, comprada ha Menos de hum Mês!
A bengala cai na calçada. Fica torta, arqueada Como hum berimbau. Os Passos de um QUEM pisou Localidade: Não param, Nao Dão Meia-Volta. Com ELA encurvada, tateio tortamente Ate a Entrada do metrô. Naquele Inicio de Noite de sexta, AINDA me encontraria com amigos OS CEGOS Tiago e Raí. DEPOIS, dissolveríamos a Semana los hum Copo de Cerveja.
Na Estação, procuro como catracas com Meu arco SEM flecha. Acho uma, Passo o Cartão sobre o sensor, e faço uma barra Girar com hum leve Movimento de coxa. Em SEGUIDA embarco, com o Auxílio fazer Funcionário. "É, SUA bengala tá Bem torta!", Disse elementos.
Na Estação COMBINADA, Encostado los UMA Coluna Perto das catracas, Espero dez, quinze, Vinte Minutos. Nada de Tiago NEM de Raí. Segui ali, alternando o peso do Corpo, e revezando como Mãos Que seguravam uma bengala, ferida e triste Como hum berimbal SEM capoeira.
Olhando parágrafo AQUELA meia-lua, Sem Graça Como como Praias SEM luar, pensei NAS Diversas Reações Que ELA provocantes NAS PESSOAS:
Na rua, when Olham o Cabo Branco da bengala, muitos correm parágrafo oferecer UMA das Mãos, MESMO when como Duas seguram Sacolas de supermercado. Mas Nem Semper nn sabem guiar. Como Vezes n puxam UO n empurram, Como zagueiros agitados à Espera fazer escanteio.
A CADA Encontro, ajudados e ajudantes de sempre SAEM com Uma História nova.Como Vezes, começam a escrever outra. Algumas PESSOAS Que Primeiro observam uma bengala, deixam CAIR O Olhar sobre o Rosto de Quem a manuseia, e acabam se surpreendendo. Descobrem Que ASSIM Como ELAS, also temos cravos sem nariz, espinhas na testa e Covinha não Queixo.
Certos Encontros, possíveis apenas Graças à bengala, seguem parágrafo hum bar UO restaurante. Ali, enquanto Histórias, pasteizinhos e vinhos São Postos sobre a mesa, ELA, dobrada, descansa recostada no pé da Cadeira, com a Educação de QUEM SABE Que Localidade: Não ESTA Mais na conversa. Como Vezes, porem, dominada POR UM Ciúme colérico, ELA se solta faça elástico Que um PRENDE, se desdobra no Chão, e atinge, Por debaixo da mesa, o pé de quem de uma avistou. "Me desculpe, FOI Minha bengala", Diz o Cego, enrubescido Pela Vergonha, Mais Que faça Pelo vinho.
Mas Localidade: Não São Todos Que SAEM nn oferecendo Ajuda. HÁ OS Que preferem apenas observar o Cego e SUA bengala, Como se contemplassem o Quadro de hum guerreiro empunhando uma espada, EM SUA cavalgada cega de Ginete. "Guerreiro", É ASSIM Opaco nn veem. Mal sabem Que nossas bengalas nao tem o pontiagudo da espada, o Tao Pouco Tem o Poder de provocar Sangue. A Localidade: Não Ser Que esqueçamos hum dos Dedos Entre SEUS GOMOS na Hora de Dobrá-la.
Como bengalas PODEM serviços de Alumínio UO de fibra de Carbono. Alguns CEGOS, não entanto, preferem improvisar, e SAEM com cabos de Vassouras UO bastão de Caminhada. "E Mais barato", me Disse hum amigo Que uti o bastão.
O tamanho das bengalas also varia. Quanto Mais alto para o Cego, Mais GOMOS SUA bengala Vai ter. Elas AINDA PODEM serviços de ponta lisa, UO ter hum disco na Extremidade. Com o disco, OU soleira, o Cego desliza silenciosamente uma bengala, AO INVES de batê-la. Porem, uma bengala calada PODE causar Acidentes, Caso Outro Cego, that also tenha uma bengala emudecida, esteja vindo de frente. E Como Dois Carros negros de Faróis apagados, vindo na Direção contraria, EM UMA estrada interiorano SEM olho de gato, e SEM UMA lua Que ilumine.
Aos poucos, começam a surgir bengalas Personalizadas. Algumas trazem JÁ OS simbolos dos tempos, Por Exemplo. Penso Que EM BREVE, ASSIM Como Motoristas adesivam SEUS Carros, e caminhoneiros fraseiam SEUS Pára-Choques, OS CEGOS VAO Comecar a passar Point Of Sale POR Meio fazer cabo da bengala. Os CEGOS emos poderiam escrever frases Como "O Que OS Olhos Localidade: Não Veem, o Coração Sente". JA Os Mais perversos, escreveriam "Se O Amor Cego E, entao Vamos apalpar".
A bengala Localidade: Não portanto E hum Instrumento, Como hum adereço. Seu manuseio Pede Elegância. Ela DEVE serviços dobrada UO encostada, com uma classe COM MESMA Que o malandro tira o chapéu, OU COM Que o Detetive Pendura o sobretudo nas Costas da Cadeira. E Por Que Localidade: Não CRIAR bengalas de grife, dos tipos "Stevie Wonder" ou "Andréa Bocelli?". E parágrafo OS Opaco preferirem hum Modelo nacional, Que Tal "Bengalas Geraldo Magela"?
Nada de Tiago, nada de Raí. Aperto o Botão de Meu Relógio Que Fala como Horas, parágrafo sabre um ritmo Quanto JÁ Espero. Ergo OS ponteiros na Altura fazer Ouvido, e Vejo Que Mais de meia-Hora se Passou. Segui Pensando na bengala, os e in SUAS CAUSAS efeitos eletrônicos.
Dentre de Todos os tipos that a observam, como children São hum Caso uma Parte.Certa Vez, Uma Menina, comentou com a mae, AO ver hum Cego Cruzar a rua: "Mãe, elemento tá batendo o Olho no Chão!"
Os Curiosos, POR SUA Vez, São aqueles Que Veem a bengala Como hum enigma. Se perguntam quem de São OS Seres Que ELA Guia: "? Onde Vivem, Como Vivem, Como fazem, Sera Que fazem?"
Pará nsa, a pergunta Que Mais nn fazem e: "E Verdade Que VOCÊS ouvem Melhor Que OS To Us Link?". This clichê hum E. E Tao do Comum los nossos Ouvidos, Como o Gerundio na boca dos Operadores de telemarketing.
Mas, Os piores MESMO São OS Que Localidade: Não Olham uma bengala, e apos derrubá-la, insistem los Localidade: Não ve-la. São Os Mais imundos da Sociedade, piores Que a sujeira Que se acumula na ponteira da bengala, não Fim de Tarde de hum dia de tatos.
Raí Chega. Desabafo com elementos. He me entende, also E Cego, ASSIM Como Tiago, Que instantes DEPOIS also Chega. Apos nn abraçarmos, elemento n Pede: "Gente, VOCÊS VAO ter Que me guinchar". "Guinchar? Como ASSIM?", Pergunto.
- Minha bengala quebrou!
- Quebrou MESMO - Pergunto
- Quebrou no Meio!
- E Como Que quebrou?
- FOI UM Filho da p ... Na rua! Nem pediu desculpas!
- Sério? A Minha hum maldito acabou de entortar! TAMBEM NEM pediu desculpas!
- Malditos!
- Sim, malditos!
Com SUA bengala intacta, sobrou parágrafo Raí nn conduzir Ate O bar.
Fonte: Revista Incluir

domingo, 21 de abril de 2013

repassando do Bronca - Acessibilidade é necessária também em instrumentos musicais eletrônicos!

http://bronca-blogdobronca.blogspot.com.br/2013/04/juiz-com-deficiencia-pode-ser-indicado.html


4)


Cego, Fernando Zamboni pede acessibilidade com instrumentos musicais.

Subject: [News] Acessibilidade é necessária também em instrumentos musicais eletrônicos!

   Olá amigos..

   Já a muito que as empresas vem se preocupando cada vez mais com
acessibilidade ao fabricar seus produtos, bem como nós, deficientes
visuais, viemos lutando por ela e obtendo hesito em diversas questões.
Hoje não é novidade um cego ou de baixa visão usar com autonomia um
computador ou telefone celular, por exemplo, contudo, mais antigo que
isso é o fato de cegos usarem instrumentos musicais eletrônicos como
teclados e baterias, bem como gravadores digitais profissionais.

   Contudo, será que nós, cegos, esquecemos de brigar por acessibilidade
nesse assunto? Nunca vi uma tentativa de conscientizar as empresas que
fabricam instrumentos musicais a colocar acessibilidade (Como fala e
ampliação, por exemplo) em seus equipamentos.

   E é por isso que iniciei um manifesto nesse sentido e escrevi o
artigo que está no link abaixo. Peço que leiam com atenção, comentem e
ajudem a divulgá-lo, principalmente o pessoal da imprensa, já que muito
mais antigo que a façanha de um cego usar com desenvoltura pcs, iphones
e celulares, é o fato de que eles usam instrumentos musicais, e, as
vezes, instrumentos eletrônicos verdadeiramente complexos que, se
tivessem acessibilidade, com certeza, seriam muito mais bem aproveitados
por nós.

   O artigo está no link:
http://www.blog.fernandozamboni.com/index.php/2013/03/24/acessibilidade-instrumentos-musicais-eletronicos-tambem-precisam-dela/


quinta-feira, 11 de abril de 2013

Quem são e o que fazem as entidades de cegos do Brasil: Trocando experiências para a construção de referências.


Mundo Cegal <mundo@mundocegal.com.br>
18:54 (1 hora atrás)
para news
CONVITE
Prezado(a) Senhor)a)
A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiencia de São Paulo, em parceria com a Organização Nacional de Cegos do Brasil - ONCB e a Faculdade Paulus de Comunicação FAPCOM, promoverá de 05 a 09 de junho na cidade de São Paulo, o encontro nacional:
Quem são e o que fazem as entidades de cegos do Brasil: Trocando experiências para a construção de referências.
O evento tem por objetivo, oportunizar a dirigentes de entidades de cegos e delegados representativos de 25 estados da Federação, um momento de avaliação, debate e identificação de modelos de referência, para a sustentabilidade política, institucional e financeira de organizações representativas de pessoas cegas de todo o país, com vistas a produção de um documento que traduza a realidade brasileira e nos permita contribuir com os debates regionais que serão realizados pela ULAC - União Latino-americana de Cegos a partir de 2014, como etapas de construção participativa do Congresso Latino-americano a ser realizado em 2016.   
Para o sucesso da etapa presencial, é fundamental que entidades de cegos filiadas ou não a ONCB, possam contribuir com o preenchimento de um instrumental de diagnóstico, elaborado com vistas a subsidiar os participantes no processo de construção coletiva do produto final do encontro.
Serão patrocinadas hospedagem e alimentação para 120 participantes, devendo ser observados os seguintes critérios de prioridade para bloqueio das vagas:
I-    Diretoria, Conselho Fiscal e membros das secretarias temáticas da ONCB;
II-    Delegados Estaduais no exercício pleno de seus direitos na data da realização do evento;
III-    Dirigentes de Entidades de cegos do estado de São Paulo, residentes fora da cidade de São Paulo;
IV-    Dirigentes de entidades de cegos de outros estados da Federação.
Considerados esses critérios, a ONCB publicará em seu site, no próximo dia 10 de maio, uma primeira lista de contemplados com a participação financiada e uma lista de espera que poderá ser atendida com base nas seguintes possibilidades:
* Desistência de algum dos inscritos confirmada formalmente até 17 de maio;
* Não preenchimento do instrumental de diagnostico por parte da entidade do participante;
* Ausência de documentos que comprovem seu enquadramento em um dos critérios acima mencionados.
Este convite inicial , tem por objetivo lhe apresentar uma proposta que não começa nem termina no evento. Portanto, contamos com sua participação e mobilização para o envolvimento do maior número possível de entidades na etapa de pesquisa.
Maiores informações: www.oncb.org.br
 

APADEVI - aviso importante - Curitiba

A Digital Begotto tem a honra de convidá-lo para a 12ª Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade


Mundo Cegal <mundo@mundocegal.com.br>
21:59 (10 horas atrás)
para news
 

Convite!
A Digital Begotto tem a honra de convidá-lo para a 12ª Feira Internacional de Tecnologia  em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, que se realizará de 18 a 21 de Abril com entrada gratuita  na Rodovia dos Imigrantes km 1,5 em São Paulo.
Quinta-feira e sexta-feira dias 18 e 19 das 13 horas às 21 horas e sábado e domingo das 10 às 19horas.
Estaremos presentes com a linha de produtos variados tanto para demonstração como para a venda a pronta entrega.
Fica aqui nosso convite para que você venha conhecer, testar ao vivo nossos equipamentos.
1.     Cabide visão
Teremos em nosso stand o lançamento do cabide visão. O cabide visão é feito em madeira e mede 45 cm de comprimento X 15mm de espessura X 8 cm de largura com gancho cromado pintado em verniz alto brilho ou fosco.
Acessórios:
·        barra cromada com presilha cromada
·        barra de madeira com presilha cristal
·        barra de madeira flocada
Funcionamento: contém dispositivo de gravação de fácil manipulação, que permite registro sonoro de informações de até 20 segundos; indicado para auxiliar no vestuário de deficientes visuais, em book looks criativos com memória sonora.
2.     Bíblia Eletrônica
Ouça a Voz de Deus em qualquer lugar num simples toque.Agora você pode ouvir as Escrituras Sagradas.
Venha já Buscar a sua!

3.     Scanner BookReader V200.
           Com este novo modelo é possível converter textos impressos em áudio de alta qualidade, controlar fontes de letras e volume, acionar funções de lente de aumento e marcadores de página, além de permitir a leitura em PDF, entre outros.
O dispositivo, altamente versátil, apresenta o mecanismo de reconhecimento de caráter ótico (optical character recognition, OCR) e, também, o conversor de texto em voz (text-to-speech, TTS), que juntos permitem que o scanner copie e leia os documentos digitalizados.
O BookReader V200 é um aparelho de fácil manuseio, basta colocar um livro ou documento no painel e apertar um botão para que o material seja digitalizado e transformado em áudio, e este pode ser salvo em formato MP3 para acesso posterior. Além disso, o scanner vem com a tecnologia SEE, patenteada pela Plustek, que utiliza uma lâmpada curvada para oferecer uma digitalização precisa do livro, sem a distorção causada pela saliência de livros grandes e grossos.
Dentre as diversas características já citadas, o dispositivo também inclui a função Auto Bookmark, que permite ao usuário ouvir o áudio a partir de onde parou a última vez. Outro mecanismo é o Zoom Texto, que possui habilidade em aumentar o tamanho dos documentos para facilitar a leitura, além do Word Spelling, mecanismo que auxilia na aprendizagem e pronunciação das palavras.
4.     Caneta interativa pentop
Para os cegos tem as seguintes utilidades: na cozinha sonorização de identificação de objetos, latas, produtos na geladeira; para animais de estimação na identificação de rações, alimentos; para identificação de CDs, DVDs, coleções de objetos; para identificação de roupas; para identificação de medicamentos e para lembrar a receita, bem como a próxima consulta; para identificação de produtos de beleza, de papelaria e documentos; jardinagem para identificar plantas, semente e deixar orientações; nas Compras e gestão do dinheiro para identificar contas, objetos comprados; como uma agenda falante portátil. Além de auxiliar no aprendizado dos idiomas através dos livros interativos.
E ainda teremos pra demonstração e pronta entrega.
5.           Mp3 adaptado com leitor de telas.
6.           Gravador com menus falados.
7.           Gravador com bips de fácil entendimento e muito prático.
8.           Monitor da pressão arterial falante e freqüência cardíaca.
9.           Balança de banheiro falante.
10.           Sensor de luminosidade, estilo chaveiro.
11.           Relógio de pulso anuncia hora em português.
12.           Relógio de cabeceira e despertador.
13.           Calculadora falante.
14.           Celulares.
O pagamento das compras poderá ser realizado através do cartão de crédito no local. Parcelamos em até 3 vezes sem juros.
Esperamos a sua visita!





Bruno Begotto
CONSULTOR DE VENDAS  | Digital Begotto Ltda 
(54) 3441-4328 | www.digitalbegotto.com.br
(54) 9147-7307 | VIVO
(54) 8152-2269 | TIM
(54) 8413-7223 | OI


segunda-feira, 8 de abril de 2013

ONCB na Rede - Especial dia Nacional do Braille


Mundo Cegal <mundo@mundocegal.com.br>
00:06 (7 horas atrás)
para news
ONCB na Rede - Especial dia Nacional do Braille

No dia 08 de abril comemoramos o dia nacional do Braille. Por isso, a
Secretaria de Comunicação da Organização Nacional de Cegos do Brasil
produziu um programa especial
para falar um pouco sobre esse sistema.

Convidamos algumas pessoas para dar um depoimento acerca do Braille e,
tendo em vista a bagagem de cada um que participou, o programa está
repleto de informação
e, claro, também muita emoção. Vamos saber, por exemplo, por que motivo
comemoramos o dia nacional do Braille em 08 de abril, já que o dia mundial
é comemorado no
dia 04 de janeiro.

Você pode ouvir o programa ONCB na Rede especial dia Nacional do Braille
pelos seguintes canais:

1. Pode baixar diretamente no link
http://bit.ly/11HyrN8

2. Por meio do site da ONCB, no link

"ONCB na Rede";
3. Na Web Rádio Mundocegal, no endereço

http://www.mundocegal.com.br/radio/ - de segunda a sexta as 22h;

4. Na Web rádio Vanmix, pelo endereço

http://www.vanmix.com/radio

- toda terça feira as 20h;

5. Na Web rádio Studio RS, no endereço

http://www.radiostudiors.net

- Todo sábado a partir das 20h;

6. Na Web rádio Diversidade, no link

http://www.radiodiversidade.com

- Todo sábado a partir das 15h.


E se você tem interesse em veicular o ONCB na rede em sua rádio, entre em
contato conosco, pelo e-mail

oncbnarede@oncb.org.br

ONCB na rede, unindo as bases e aproximando pessoas. http://www.oncb.org.br

Cordialmente,
Karolline Sales
Secretária de Comunicação da Organização Nacional de Cegos do Brasil




Nosso site está de cara nova. Visite!

http://www.oncb.org.br

Siga-nos no twitter: @ONCBNaRede